Postagens em destaque!

quarta-feira, 10 de abril de 2019

Projeções cartográficas

Esta postagem visa esclarecer algumas informações sobre as mais utilizadas projeções cartográficas, lembrando que todas elas possuem características importantes e são utilizadas para fins diversificados. além do compilado de informações retirados de alguns sites confiáveis e devidamente referenciados, deixo abaixo alguns slides, também disponíveis para download aqui no WebGeo.

Sites utilizados como referências para este artigo/postagem:

As projeções cartográficas permitem representar a superfície esférica da Terra em um plano, ou seja, no mapa; elas são a base para a confecção de um mapa, constituindo uma rede sistemática de paralelos e meridianos, permitindo que esses sejam desenhados. 

As representações da superfície terrestre em mapas apresentam algumas distorções. As diferentes projeções cartográficas foram desenvolvidas com o intuito de minimizar as distorções ocorridas durante a produção de um mapa e, principalmente, fazer com que essas distorções sejam conhecidas. Mas nenhuma delas é capaz de evitar a totalidade das deformações. 

A seguir são apresentados os três principais tipos de projeção.

Cilíndricas

Consistem na projeção dos paralelos e meridianos sobre um cilindro envolvente, que é posteriormente desenvolvido (planificado). Uma das projeções cilíndricas mais utilizadas é a de Mercator, com uma visão do planeta centrada na Europa.

Cônicas

É a projeção do globo terrestre sobre um cone, que posteriormente é planificado. São mais usadas para representar as latitudes médias, pois apenas as áreas próximas ao Equador aparecem retas.

Azimutais

É a projeção da superfície terrestre sobre um plano a partir de um determinado ponto (ponto de vista). Também chamadas planas ou zenitais, essas projeções deformam áreas distantes desse ponto de vista central. São bastante usadas para representar as áreas polares.


Um bom vídeo sobre o tema!


Slides utilizados em sala de aula:




















Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui...