Postagens em destaque!

terça-feira, 27 de maio de 2014

Um mero poema sobre um agente exógeno essencial; O Rio! "Soltando sedimentos".

Soltando sedimentos

Em cada curva de meu curso deixo um pouco de meus sedimentos.
Carrego cansado um fardo, transporto rochas por toda a vida e nem ao menos respeitado sou.

Humanos não se cansam de me explorar, degradar e por vezes me machucar, mesmo assim, continuo meu curso e comigo levo todos os meus sedimentos.

Escavar e transformar a paisagem são minha função, sou o que os geógrafos chamam de agente exógeno, e apesar do nome importante, sou apenas um rio, um mero rio.

Conheço colegas que sofrem o mesmo ou tão mais que eu! Eles são retificados e por vezes perdem até seus cabelos, suas matas ciliares.

Assim como humanos possuem sentimentos também possuo minhas angústias, sou surrado diariamente por irresponsáveis que não menos sabem meu nome, e que depositam em mim todo seu lixo.

Mesmo com tantos problemas, deixo em meus meandros sedimentos, assim como humanos por vezes tristes deixam suas lágrimas saudosistas ao léu.
Meus sedimentos são fragmentos rochosos inanimados e compostos por diversos minerais, porém não se iluda, por a cada deposição deixo um pouco de minhas marcas e lágrimas.

Ecoa em mim o silêncio dessa solidão
E em cada dia da sua vida você vai chorar

E se arrepender definitivamente de não me preservar.



Tipos de rochas e minerais!

Os minerais são substâncias encontradas na natureza, formados por uma composição química equilibrada, resultante de milhões de anos de processos inorgânicos (ação do calor, pressão, etc). Todos os minerais são sólidos, como feldspato, mica, quartzo. A água, apesar de ter fonte mineral, não é um minério, assim como o mercúrio (que é líquido em temperatura ambiente).

As rochas são formadas por dois ou mais minerais agrupados. Existem três classificações para as rochas, de acordo com a sua formação: magmáticas, sedimentares e metamórficas.
Rochas Magmáticas
As rochas magmáticas, ou ígneas, como também são chamadas, são formadas pelo magma solidificado expelido por vulcões, e ainda podem ser subdivididas em dois tipos: intrusivas e extrusivas;
Rochas magmáticas intrusivas
São as rochas formadas pelo magma que se solidificou em grandes profundidades. O granito é uma das variedades desse tipo de rocha. No Brasil, algumas serras são formadas de granito, como a da Mantiqueira, do Mar, e algumas serras do Planalto Residual Norte-Amazônico.

Granito
Rochas magmáticas extrusivas
São as rochas que são formadas pelo magma solidificado na superfície. Um exemplo de rocha extrusiva é o basalto.

Basalto
Rochas Sedimentares
São formadas através da sedimentação de partículas de outras rochas existentes ou de materiais orgânicos. As rochas sedimentares podem ser divididas em três tipos: clásticas, orgânicas e químicas.
Clásticas
Também chamada de rochas sedimentares detríticas, são formadas por detritos de outras rochas antigas. Como exemplo de rocha clástica, existe o Arenito, Tilito, etc.

Arenito
Orgânicas
As rochas sedimentares orgânicas são formadas por restos de animais e vegetais mortos, que vão se acumulando em alguns locais, e através de grande pressão e temperatura, dão origem á rochas e minerais como calcário, carvão mineral, petróleo, etc.

Calcário
Químicas
São formadas quando o líquido (água) onde os sedimentos de rocha estão dispersos, se torna saturado. As rochas químicas em geral formam cristais. Ex: calcita, aragonita, dolomita, estalactites e estalagmites.

Estalagmites
Rochas Metamórficas
As rochas metamórficas são rochas que sofreram alterações na sua estrutura em decorrência de altas pressões e temperaturas. Exemplos de rochas metamórficas são o mármore, quartzito (de onde é extraído o quartzo), etc.

Quartzo


terça-feira, 20 de maio de 2014

Urbanização - Materiais para a avaliação.

Olá, pessoal.

Como na próxima semana estaremos em prova, deixo aqui a postagem de materiais que foram utilizados em sala de aula, lembrando que todo este conteúdo também está presente em nosso livro didático, mais especificamente a partir da página 216.

Lembro vocês que é de suma importância dar uma olhada nos materiais, afinal, a urbanização é um tema bastante complexo e que por vezes se torna confuso.

Sugiro a leitura de outro texto presente aqui no blog, com o seguinte título, “município ou tema, onde você mora?”


Abaixo deixo algumas das imagens que mostrei em sala, para ampliar, basta um clique!

Bons estudo a todos!



Região conurbada de Criciúma e Içara.




 Região conurbada de São Paulo.



terça-feira, 6 de maio de 2014

Estrutura interna da Terra - 1º ano

Como vimos em sala de aula, a estrutura interna da Terra possui duas vertentes de entendimento, o modelo químico (mais difundida) e o modelo físico, o primeiro refere-se à sua composição, o segundo primordialmente a rigidez e as propriedades físicas, sabendo disso temos as seguintes características delineadas:  

A estrutura interna da Terra é representada em modelos que se baseiam em dois critérios diferentes: a composição química e as propriedades físicas.
No modelo da estrutura interna da Terra segundo a sua composição química, são consideradas três unidades estruturais concêntricas - crosta, manto e núcleo - separadas por superfícies de descontinuidade.

Ø  A crosta, ou crusta, constitui a zona mais superficial do globo terrestre e pode ser dividida em crosta continental e em crosta oceânica. Encontra-se separada do manto pela descontinuidade de Mohorovicic.
Ø  O manto situa-se desde a base da crosta até a profundidade de 2900 km e pode ser dividido em manto superior e em manto inferior. Encontra-se separado do núcleo pela descontinuidade de Gutenberg.
Ø  O núcleo situa-se a partir dos 2900 km e pode ser dividido em núcleo externo e em núcleo interno.

No modelo da estrutura interna da Terra segundo as suas propriedades físicas, o globo terrestre é constituído por quatro regiões - litosfera, astenosfera, mesosfera e endosfera.

Ø  A litosfera, uma zona sólida e rígida, compreende a crosta e a parte mais externa do manto superior.
Ø  A astenosfera, uma zona de baixa rigidez e de comportamento plástico, situa-se desde a base da litosfera até à profundidade de 350 km.
Ø  A mesosfera, uma zona rígida, estende-se desde a base da astenosfera até à fronteira do manto com o núcleo.

Ø  A endosfera pode ser dividida em duas regiões: a endosfera externa, líquida, e a endosfera interna, sólida.