sexta-feira, 9 de novembro de 2018

Projeto "Brasil em maquetes"

O Brasil é um país de tamanho colossal, sendo o terceiro maior das Américas e o quinto do planeta em extensão territorial. Com o objetivo de reconhecer as características de cada uma das regiões geográficas de nossa nação, um desafio foi lançado - A representação através de maquetes, com ênfase em aspectos naturais, físicos e econômicos.

Os conceitos de território, paisagem, lugar, região e principalmente, espaço geográfico, estiveram presentes em todas as maquetes, enfatizando também a utilidade da escala, usada para manutenção da proporcionalidade entre as representações. Com liberdade, os alunos puderam (re)criar, adaptar e ilustrar traços marcantes de nosso país

As turmas responsáveis pela produção foram: 41, 42 e 43, do curso de magistério, os trabalhos foram orientados pelas disciplinas de Fundamentos Teóricos Metodológicos de Geografia, com a colaboração de outros professores. Desde já parabenizo aos alunos envolvidos, ressaltando que o comprometimento para o desenvolvimento das atividades foi essencial para a produção de ótimos resultados. 

Acompanhe mais detalhes nas fotos abaixo!
 
















quinta-feira, 8 de novembro de 2018

Qual é o idioma mais falado do mundo?

Sem dúvidas alguma o idioma mais popular do planeta é o inglês, e por questões culturais este adquire uma importância cada vez maior. Mas afinal, como fica o ranking a nível global? O inglês oficialmente é o mais falado? Ou apenas um coringa em todos os cantos?

Segundo o site Babbel, de Portugal, o idioma chinês, denominado Mandarim, é o mais utilizado oficialmente, seguido no pódio pelo espanhol e em terceiro o inglês.

Sobre o Mandarim, o portal ressalta:

"Os números variam bastante – o site Ethnologue coloca o número de falantes nativos em cerca de 1,2 bilhões, desse total mais ou menos 1 bilhão de falam mandarim. Se você quer aprender um idioma que 1 a cada 6 pessoas no mundo falam, esse é para você.Mas atenção: o chinês é uma língua tonal e de ideogramas. Aprender isso pode tomar um pouco do seu tempo."
Sobre o inglês, aponta que:
"O inglês possui 360 milhões de falantes nativos e aproximadamente 500 milhões de pessoas que falam o idioma como segunda língua. Isso indica o sucesso extraordinário do inglês como a língua comum de negócios, viagens e relações internacionais. A relativa facilidade com que o inglês pode ser aprendido (especialmente se comparado com chinês) e o poder não tão sutil que a cultura norte-americana exerce são indicativos de que o inglês vai continuar a dominar o palco global. Para algumas pessoas, o idioma é ainda o símbolo de oportunidades e melhoria de qualidade de vida."
Quer saber mais sobre o tema? Clique aqui e visite o portal!
Os 10 idiomas mais falados no mundo
Fonte da imagem:https://pt.babbel.com/pt/magazine/os-10-idiomas-mais-falados-no-mundo/


terça-feira, 6 de novembro de 2018

Lembra da Iugoslávia?

Se você lembra dos noticiários da década de 1990 vai com certeza rememorar a existência desta país chamado Iugoslávia, fruto da união de vários povos com rivalidades históricas que se acirraram ainda mais quando passaram a integrar um mesmo espaço (Ou tentaram).

Conhecendo o país:

Segundo o portal "Colaweb" A Federação Iugoslava originou-se após a Primeira Guerra Mundial, a partir de territórios que faziam parte dos Impérios Austro-Húngaro e Turco-Otomano. Apesar da balcanização étnica e religiosa, a Iugoslávia manteve-se unida após a Segunda Guerra Mundial (1939-1945). Essa união deveu-se à influência e habilidade política de um líder socialista e carismático, o marechal Josip Broz Tito, que se destacou na luta contra os invasores nazistas durante a Segunda Guerra Mundial.

Quais povos a integravam?

A Iugoslávia era formada por uma federação de repúblicas (Sérvia, Montenegro, Croácia, EslovêniaBósnia-Herzegovina e Macedônia) e por regiões autônomas (Voivodina e Kosovo). Dentre as repúblicas que integravam a Iugoslávia, a Sérvia era a mais poderosa, uma vez que controlava a maior parte das forças armadas e da economia do país.

Como se configura espacialmente a Iugoslávia?
Resultado de imagem para mapa antiga iugoslávia

Repare no mapa acima a presença de vários povos, que na realidade se configuram como nações, com idioma, cultura e economia diversificada, uma verdadeira torre de babel em uma pequena esquina do mundo.

Como foi desintegrada?

Segundo o portal "Todo estudo" Até 1991, a Iugoslávia se manteve como uma federação socialista formada pelos seis países: Sérvia, Eslovênia, Croácia, Macedônia, Bósnia-Herzegovina e Montenegro.A mais forte e mais populosa dessas repúblicas era a Sérvia, cujos habitantes professam a religião cristã ortodoxa, em contraste com os bósnios, que são muçulmanos, e com aos croatas, católicos em sua maioria. A despeito dessas diferenças, a Iugoslávia permaneceu unificada durante várias décadas, sob a liderança do marechal Tito. Em 1980, porém, com a morte do líder, estabeleceu-se um sistema de rodízio de governo, pelo qual a Presidência do país passou a ser exercida, a cada ano, pelo representante de uma das repúblicas.

Como se está a configuração espacial?

Atualmente existem oficialmente 7 países que sucederam o Estado da Iugoslávia, contudo Kosovo ainda necessita de reconhecimento internacional, inclusive do Brasil. Kosovo é reconhecido por outros 110 países como independente.

Resultado de imagem para iugoslávia dissolução

Quer saber mais sobre o tema? Acesse as referências abaixo!

segunda-feira, 5 de novembro de 2018

Geografia no ENEM 2018!


No dia 04 de novembro 5,5 milhões de estudantes compareceram ao primeiro dia de provas do ENEM, resolvendo questões de linguagens, humanas e a temida redação. mas e a Geografia, como se fez presente no exame?

Das 45 questões de Ciências Humanas, que preza pela interdisciplinaridade, separei 19 questões que são visivelmente mais conexas a Geografia. Destaco que do exame passado, a Geografia teve sua participação reduzida em pelo menos 4 questões, abrindo espaços para Sociologia, Filosofia e principalmente História ( 20 questões).

Abaixo uma breve explicação e a resposta que considerei correta!

Lembro que tive acesso ao caderno amarelo de provas, por isso a ordem pode variar conforme for o seu caderno (As questões são as mesmas).

Caderno amarelo:

Questão 46:Uma questão bem atual, envolvendo o mercado mundial. Das alternativas, apenas a letra "A" pode realmente completar o raciocínio proposto pelo texto!

Questão 48: Talvez a questão mais fácil de Geografia no ENEM 2018. Bastava ao candidato cruzar as informações contidas no gráfico. A questão da ampliação do escoamento está diretamente ligada as capas asfálticas e com a impermeabilização do solo.

Questão 50:Uma questão de resolução tranquila, bastava aqui ao candidato cruzar informações relacionadas aos biomas brasileiros. Salienta-se que o pré-texto é bastante elucidante, fornecendo bastante subsídio para a resolução.


Questão 53: Uma questão difícil, e constantemente debatida nos terceiros anos, a pobreza mundial. repare que a questão ganha um tom interdisciplinar, exigindo a condição de reflexão. Das alternativas apresentadas, a letra complementa melhor o que o autor associa a pobreza e seu acirramento.



Questão 54: Uma questão bem elaborada e ao mesmo tempo difícil. O conceito de fronteira é bastante mutável para a Geografia, principalmente em tempos de auge da globalização. Quanto aos textos, nos trazem uma ideia de seletividade, haja vista as ideias constantes de líderes de países desenvolvidos em erguer muralhas e impeditivos que propiciem o fluxo migratório livre.



Questão 55: Uma questão difícil, totalmente voltada para a Geografia Física. Tema abordado no primeiro ano de Ensino Médio, o clima sempre se faz presente no ENEM com questões bem elaboradas e que exigem do participante o seu máximo de concentração. A questão pode ser resolvida pela associação das imagens e pelo entendimento do anticiclone (Impede a formação de nuvens e por conta disso, precipitação).



Questão 57: Novamente uma questão difícil, remonta a ideia inicial do pensamento geográfico. No texto, torna-se evidente a Geografia tradicional, baseada em descrições físicas, com isso importante também para catalogações, interessante aos colonialistas - exploradores em sua maior parte.



Questão 64: Uma questão de resolução de nível mediano. Sempre que observa-se o papel da ONU, de antemão podemos constatar sua ação pacificadora. O pré-texto é enfático ao abordar questões territoriais com a expressão "em todos os lugares e em lugar nenhum". Neste caso, se encaixa melhor o processo de desterritorialização, elencado na letra "E".


Questão 68: Questão relacionando urbanização e redes. Sabe-se que este tema é recorrente para às Ciências Humanas no ENEM, neste caso, uma questão simples, em que após uma leitura do curto pré-texto, temos a constatação da articulação em redes, exigindo a concepção de multiescalas. 



Questão 71: Uma questão de nível fácil, bastava associar a imagem, retratando ciclones tropicais, com sua principal causa. As alternativas "A", "B" e "D" não fazem nenhum sentido. O candidato que escolheu a letra "E", pode de ter dado um chute razoável, contudo a resposta certa, a letra "C" é a correta, e já bastante conhecida pela constante difusão de informações relativas a estes fenômenos.



Questão 73: Uma questão tradicional em ENEM, espaço agrário brasileiro. Assim como a questão sobre precipitação, bastava uma boa interpretação do gráfico, e assim a associação com as alternativas. Lembrando que a utilização d emadeira de reflorestamento é constante em nosso país e essencial para vários segmentos econômicos.



Questão 78: Novamente uma questão de Geografia agrária, e desta vez relacionada a agricultura familiar. Diante do pré-texto, torna-se evidente a tentativa de se fortalecer a agricultura familiar, cada vez mais reduzida e em propriedades menos mecanizadas.



Questão 80: Uma questão de Geografia Física, ao passo do caso suscitado ser geopolítico. Subtende-se nos dois textos que o uso dos conhecimentos relativos a topografia servem, antes de tudo, para domínio espacial. Exceto pela letra "A" (Ainda assim sem muito sentido), o restante não contempla a exigência do comando proposto.


Questão 82: Uma questão envolvendo demografia, puramente inclusive. Nesta questão relatando o processo de diferentes relações familiares, temos uma pequena alusão à países europeus, constatação feita depois no comando. Para contemplar o fenômeno descrito no pré-texto, apenas a letra "B", deixando claro que as letras  "D" e "E" pregam justamente o contrário. Já  a letra "A" e "C" não são contempladas no pré-texto.


Questão 85:Questão de fácil resolução, trata-se de um tema corriqueiro, globalização. A individualização, e sobreposição social estão diretamente associados a letra "B", e o texto de apoio é bastante claro e até mesmo lógico. As outras alternativas não fazem muito sentido, principalmente pelas expressões presentes como "uma evidente degradação do ser para o ter".


Questão 87:Questão de pura interpretação, e a partir da leitura, fica evidente o papel antrópico na Amazônia, com ações de povos pré-colombianos. O  trecho "A domesticação de plantas na floresta começou há mais de 8.000 anos" deixa claro a ruptura com a ideia de ausência antrópica em sua constituição.


Questão 89: A ideia de subordinação fica evidente ao passo da indicação da presença da União Soviética em Cuba, com a existência de significativo apoio econômico. 



Questão 90: Abordagem cartográfica, o conceito de anamorfose não foi representativo nos últimos exames, e está associada a distorções para representação quantitativa. No contexto acima, vemos na letra "A" uma representação de terreno comum, na "B", curvas de nível, na "C", dados econômicos (Por isso a variação e superioridade americana" (Resposta correta). Na letra D apenas a representação de vegetação e na "E" um mapa comum de vias.




quinta-feira, 1 de novembro de 2018

O ENEM vem ai! Dicas importantes!

O exame mais importante do ano está logo ai, trata-se do ENEM! Inicialmente criado como indicador para aferir a qualidade do ensino médio a nível nacional, hoje transformado em um grande divisor de águas para muitos jovens pelo Brasil.

A grande importância do ENEM está alicerçada aos sistemas de ingressos (SISU e o PROUNI). Destaca-se o último por privilegiar estudantes de famílias de baixa renda o ingresso a universidade públicas e privadas. O Programa foi criado por um decreto assinado por Tarso Genro, e posto em prática pelo ex-presidenciável Fernando Haddad.

Como vai ser em 2018?

Segundo INEP, teremos 5,5 milhões de estudantes realizando as provas, nos dias 04 e 11 de novembro (Logo ali).

De acordo com o portal "Brasil Escola" teremos as seguintes divisões de provas:

Dia 4/11: 45 questões de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias; 45 questões de Ciências Humanas; Redação.
Dia 11/11: 45 questões de Ciências da Natureza; 45 questões de Matemática.
Horários do Enem
Os portões dos locais de prova do Enem 2018 serão fechados às 13h, horário oficial de Brasília. As provas começam às 13h30, com duração de 5h30 no primeiro dia e 5h (novidade) no segundo.
Quer conferir algumas questões das áreas de Ciências humanas dos anos anteriores? Clique nos links abaixo!
Questões de 2017!
Questões de 2015 e 2016!

sexta-feira, 26 de outubro de 2018

Evolução dos consoles

Os consoles são hoje a maior fonte de divertimento para grande parte da população, inclusive há grandes rivalidades entre usuários da Microsoft e da Sony, estes normalmente defendem com unhas e dentes os atributos de seus vídeo games.

Faz parte de uma cultura digital atual creditar aos games o entretenimento e conhecimento, sabe-se que através do processo de gamificação há resultados significativo de aprendizagem, sendo que boa parte dos jovens mostra grande interesse por games, seja lá qual for seu tipo.

Mas e os jogos mais antigos? E os consoles, como evoluíram tão rapidamente?

Apesar de hoje termos gráficos realistas e jogabilidade altamente interativa, este cenário nem sempre se desenhou desta maneira, houveram profundas rupturas ao longo dos tempos, e outros consoles marcaram época revolucionando com muitas cores e jogabilidade a trajetória do vídeo game pessoal.

O vídeo abaixo é coeso e mostra de maneira muito simples como esta evolução foi rápida, e como deve continuar...

Vale a pena conferir!




quinta-feira, 25 de outubro de 2018

Brasil: Um país cada vez mais velho?

Sabe-se que a pirâmide etária brasileira está mudando, afinal, a expectativa de vida está se elevando a cada dia de que passa, com isso profundas modificações são propostas para o sistema previdenciário e também ao Sistema Único de Saúde (SUS).

Mas o Brasil pode ser considerado um país velho?

Sim, mas ainda irá envelhecer mais! Temos uma população idosa crescente no país, explicado pelo maior acesso ao saúde, aumento da escolaridade e também das políticas de planejamento familiar, cujo sentido principal é o aumento da qualidade de vida.

Observe os gráficos abaixo:

Fica claro que a evolução na expectativa de vida no Brasil é crescente, com um incremento cada vez maior da população idosa. Preocupações surgem, pois em 2040 teremos ao menos 27% de nossa população na faixa da 3ª idade. Como o Brasil se prepara para este futuro? Vamos aguardar e ver se as previsões do IBGE se confirmam!

quarta-feira, 24 de outubro de 2018

Qual a diferença entre furacão, tornados, tufões e ciclones?

Sempre que observamos manchetes de jornais e informações online sobre eventos climáticos extremos, lemos algo com os nomes descritos no título desta postagem, mas por vezes observamos confusões entre as nomenclaturas de cada um dos eventos, tornando ainda mais difícil de se compreender o que cada um deles é ou significa!

Abaixo o WebGeo preparou um guia com informações confiáveis e devidamente referenciadas:

Ciclone: 
Os ciclones são fenômenos naturais que provocam ventos com velocidade superior a 200 quilômetros por hora, além de fortes chuvas, causando grandes transtornos por onde passa. São redemoinhos atmosféricos que giram em torno de um centro de baixa pressão, atingindo as regiões equatoriais e, principalmente, as tropicais.
A formação dos ciclones ocorre sobre as águas quentes dos oceanos. O aquecimento de uma determinada superfície origina um centro de baixa pressão atmosférica, proporcionando condições favoráveis para o desenvolvimento dos ciclones.

Tornados: 
O tornado é um tipo de ciclone, ou seja, redemoinhos atmosféricos que giram em torno de um centro de baixa pressão atmosférica. Normalmente a sua formação ocorre no final da tarde, pois nesse período a atmosfera apresenta maior instabilidade.

Furacão:
Os furacões, um dos mais temidos eventos naturais, são resultantes da combinação de uma série de fatores atmosféricos e geográficos. Sempre que uma região é atingida por um fenômeno como esse, os efeitos são rapidamente sentidos, com a devastação de casas, áreas naturais e, em alguns casos, o registro de várias mortes.
Um furacão é um sistema circular de movimentação de ar, em uma velocidade superior a 105 km/h e com diâmetro de centenas de quilômetros, resultante da formação de um sistema de baixa pressão sobre regiões oceânicas.


Tufão:
Os tufões são um tipo de ciclone tropical, sendo que a sua diferença para os furacões é de que ocorrem no Pacífico Ocidental, enquanto que os furacões são os ciclones tropicais que de ocorrência no Atlântico Ocidental e no Pacífico Oriental. Quando ocorrem em outras regiões, o termo ciclone é utilizado de forma generalizada.

Quer saber mais sobre o tema? https://www.infoescola.com/meteorologia/tufao/

Ciclone em Santa Catarina, notícia de 24 de Outubro de 2018
Tornado em Criciúma, 2005

Diferença entre o furacão Irma e o Catarina.

Tufão chega ao Japão, setembro de 2018


sábado, 20 de outubro de 2018

Indicação de filme: O primeiro homem

Com o objetivo de indicar algumas obras cinematográficas, o Webgeo traz uma nova tag ao site, e para a estreia o escolhido é "O primeiro homem", recém lançado e ainda em cartaz nos cinemas brasileiros. 

O filme "O primeiro homem" traz a fabulosa história de Neil Armstrong, primeiro homem a chegar na lua, não se atendo necessariamente a esta expedição de colossal sucesso, mas diretamente a vida e obra de Neil, um respeitado engenheiro da NASA.

Os testes, desafios, indagações e atmosfera envolvendo a "Guerra espacial" entre Estados Unidos e União Soviética trazem ainda mais brilhantismo a obra, já que apenas nos reportamos ao sucesso de Neil Armstrong e seus colegas, mas e sua vida pessoal? Seus anseios? Pois bem, este filme retrata a vida quase normal de um ser humano fantástico, que marcou a astronomia/astronáutica para todo o sempre.

Conheça um pouco mais do filme assistindo seu trailer! Clique e confira logo abaixo!

Quer conhecer mais detalhes técnicos sobre a obra, incluindo curiosidades? Clique no link abaixo, o "Adorocinema" já teceu bons comentários sobre a direção do longa e atuação de seus principais atores.

quinta-feira, 18 de outubro de 2018

Somália: Um país assolado por guerras civis

A Somália é um país localizado no continente africano, mais precisamente no denominado "Chifre da África" estando em uma região bastante árida e assolada por guerras civis.

Com profundas raízes ligadas a conflitos com a Etiópia, o país demorou a se tornar independente, experimentando diversos modelos políticos com extremo insucesso, coletando com isso um fluxo migratório intenso de saída para outras nações.

Se não fosse o bastante os problemas já citados, ainda se constata dificuldades gigantescas na manutenção da ordem e do desenvolvimento humano, com uma população fragilizada por doenças como HIV e problemas humanitários como a fome e sede.

Segundo o portal infoescola:

"No início da primavera de 2011, a Somália experimentou o que alguns chamam a pior seca em 60 anos. A quebra de safra e um aumento drástico dos preços dos alimentos, juntamente com a situação de insegurança em áreas controladas pelo grupo al-Shabaab (simpatizante da Al-Qaeda) no sul e centro da Somália levou a ONU a declarar fome em seis áreas. Até o momento, 4 milhões de somalis precisam de ajuda e 750.000 correm risco de morrer. Os Estados Unidos, a ONU e agências humanitárias internacionais vêm trabalhando para abordar tanto as necessidades imediatas do povo somali. Até o momento, o estado segue desintegrado, com o governo central tendo um controle limitado sob o território."

Leia mais sobre o país em:https://www.infoescola.com/africa/somalia/

Documentário produzido pela Rede Record, ainda em 2011 retratando o papel Al-Shabab (Milícia que impede o desenvolvimento do país) e toda pobreza do país, uma sequência de vídeos extremamente interessante!







Abaixo algumas imagens recentes sobre a realidade do país, dependente direto da ONU e seus órgãos.
Resultado de imagem para somalia

Imagem relacionadaImagem relacionadaImagem relacionada

Quer saber notícias sobre a Somália? Clique nos links abaixo!










quarta-feira, 17 de outubro de 2018

Tempo e clima, você sabe diferenciar?

Um dos assuntos mais populares da Geografia é o clima, mas usualmente usamos este termo de maneira vulgar, e nem nos damos conta do seu real significado, portanto nesta postagem o grande objetivo é esclarecer quando estamos falando sobre tempo e clima.

Segundo a postagem do Mundo da educação, podemos diferenciar simplificadamente da seguinte maneira:

"A diferença entre tempo e clima está, na verdade, na escala temporal que os envolve. O tempo é um estado momentâneo da atmosfera, enquanto o clima é a configuração mais permanente ou referente a um período de tempo maior. Em algumas definições, o clima é tratado como um conjunto de tempos meteorológicos ao longo de 12 anos, o que não é necessariamente uma regra."

Exemplo de quando estamos falando de tempo:

Faz muito calor agora em Porto Alegre, com ausência total de nuvens.

Já quando falamos de clima:

O aquecimento global deverá aumentar as temperaturas nas próximas décadas.

Quanto aos segmentos de estudos, relacionamos diretamente o clima à Climatologia, já quando falamos de tempo, previsões e estudos mais curtos, relacionamos à Meteorologia. 


Mapa retratando tipos de climas nacionais e correntes marítimas.
Resultado de imagem para mapa de clima

Mapa retratando uma previsão do tempo.
s.Imagem relacionada

terça-feira, 16 de outubro de 2018

Indicação geográfica e suas implicações econômicas


Você sabe o que realmente significa indicação geográfica?

A primeira vista parece se referir a algum termo ou conceito referente a coordenadas geográficas, localização ou até orientação no espaço...

De certa maneira tem relação, mas não necessariamente possui um significado tão simples, segundo o SEBRAE, podemos definir um produto com indicação geográfica como:

"Caracterizado não apenas pela marca que ostentam, mas também pela indicação da sua verdadeira origem geográfica. Essa indicação lhes atribui certa reputação, valor intrínseco e identidade própria que os distinguem dos demais produtos de igual natureza disponíveis no mercado."

Ainda sobre o tema, pode-se destacar alguns fatores que valorizam ainda mais estes produtos, tais como:

"Os produtos que apresentam uma qualidade única, explorando as características naturais, tais como geográficas (solo, vegetação), meteorológicas (clima) e humanas (cultivo, tratamento, manufatura), e que indicam de onde são provenientes são bens que possuem um certificado de qualidade atestando sua origem e garantindo o controle rígido de sua qualidade."

Alguns exemplos nacionais são:

Resultado de imagem para indicação geográfica brasileira



"Alguns exemplos envolvendo produtos de notável qualidade, certificados e identificados com indicações geográficas, são os vinhos tintos da região de Bordeaux, os presuntos de Parma, os queijos Roquefort, entre outros."

Para saber mais sobre o tema, acesse os links abaixo: