Sobre o Blog

O Blog WebGeo nasceu no ano de 2013 através da intenção do professor Lucas Cechinel da Rosa em difundir conteúdos aplicados em sala de aula. De acordo com o passar do tempo o mesmo percebeu que o primeiro domínio utilizado, vinculado à empresa WIX, era insuficiente, e desde o mesmo ano passou a postar seus conteúdos através da plataforma Google (Blogger).

Resgatando suas primeiras postagens e utilizando todos os recursos possíveis, Lucas prosseguiu seu trabalho com postagens vinculadas às salas de aula, porém o blog só atinge sucesso com as avaliações online, um projeto inovador que visava à produção de avaliações vinculadas ao Google Docs. (Depois Google Forms). As postagens com materiais utilizados em sala de aula, como slides e vídeos também obteve relativo sucesso, contudo eram pouco corriqueiras, inicialmente semanais, posteriormente quinzenais ou mensais.

Nos anos de 2014 e 2015 o WebGeo adquire popularidade nas escolas em que o professor Lucas leciona, porém ainda insuficiente para tornar o blog algo grandioso, como sempre almejou.

A grande virada inicia em 2016, já praticamente no 2º semestre do ano, em que Lucas Cechinel ganha um novo apoiador, seu amigo de longa data, Cristiano Custodio! Unidos os amigos planejam passos mais amplos e o blog passa por intensas reformulações, mantendo postagens antigas, mas ganhando um novo ar!

Cristiano dá um novo fôlego ao projeto e com ideais inovadoras propõe significativas mudanças. Os parceiros então idealizam um domínio próprio e então surge o www.webgeo.net.br um endereço fácil e comunicativo! Os professores ainda iniciam a página oficial do blog e também o canal no youtube! Novos passos ainda serão dados, como a produção de questionários e jogos geográficos, mas tudo bem planejado e com previsões ainda indefinidas.

O certo é que o WebGeo.net agora é gigante, e deve tomar um grande espaço em pesquisas escolares, se consolidando como fonte de informação confiável da ciência geográfica!


Desde as saídas de campo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui...